BELEZA BEIRÃ

Região do centro de Portugal, nas Beiras encontram-se contrastes profundos. No litoral, onde as temperaturas são brandas e o verde das florestas de pinheiros dialoga com a brancura dos areais e das dunas, a vida vira-se para o mar e os seus recursos. No interior, erguem-se serras que culminam na Estrela, a mais alta de Portugal continental e sobre o dorso da serra do Buçaco passeia-se numa floresta com 14 séculos. A romântica beleza das margens do Dão e do Mondego, desvenda-se melhor num passeio de canoa.

As Beiras são lugar da mais genuína hospitalidade, do turismo de aldeia, presente na autenticidade dos rituais, das festas, populares e religiosas, como a Páscoa, na gastronomia, com queijos, enchidos, mel serrano... À sua espera.

Para a sua estadia sugerimos Solares da Antiga Nobreza, remodelados para lhe oferecerem todo o conforto dos tempos modernos, mas mantendo a traça e toda a tradição dos tempos antigos. Estas são as nossas sugestões:

Paço da Ermida Paço da Ermida – Categoria A
Mandado construir no século XVIII pela família Pinto Basto, fundadores da Vista Alegre, o Paço da Ermida fica situado a escassa distância desta fábrica de porcelana. Esta casa garante um acolhimento caloroso num ambiente senhorial acompanhado pelo esplendor que se respira em cada compartimento que se visita. Os quartos são amplos com mobiliário antigo e interior imponente. Para os jardins abre uma varanda que o convida a descansar.

 
Quinta da Ponte Quinta da Ponte – Categoria A
A Quinta da Ponte é um Solar do século XVII, situado no vale do Mondego, no Parque Natural da Serra da Estrela, com qualidades excepcionais para um turismo de montanha, ou descanso e repouso nos jardins junto à margem do rio. A Quinta da Ponte situa-se junto a aldeias históricas, sendo assim, um centro de interesse para quem deseje fazer rotas dos castelo como Sortelha, Trancoso, Almeida, Marialva, entre outros. Decorada de forma clássica, a Quinta da Ponte dispõe de dois quatros onde o hóspede descobre a tranquilidade e o conforto. Desde há uns anos restaurada e aberta ao turismo, constitui, juntamente com um conjunto moderno de quatro apartamentos, piscina e campo de ténis, um local ideal para férias na montanha.

 
Casa do Cimo Casa do Cimo – Categoria B
A Casa do Cimo situa-se a 2 Km do Fundão, em plena Cova da Beira entre as serras da Gardunha e da Estrela. Datada do século XVIII, ressalta-se pelo seu leigo histórico cujos feitos foram dedicados aos reis de Portugal - de D. Afonso IV a D. Maria I. Actualmente, a casa encontra-se adaptada como unidade de Turismo de Habitação onde obedece às exigências de bem-estar e conforto de pessoas que procuram o ambiente genuíno das tradicionais casas antigas. Para as pessoas que apreciam os desportos de inverno, a Casa do Cimo é o local ideal para ficar, imbuída do espírito acolhedor e servida da melhor riqueza gastronómica da região. Dispõe de 4 quartos duplos e 6 twins.

 
Casa das Tílias Casa das Tílias – Categoria B
Casa senhorial beirã do século XIX enquadrada no Parque Natural da Serra da Estrela, onde se respira o ar puro da montanha, ideal para repouso e ponto de partida para excelentes percursos è descoberta da Serra e suas aldeias medievais. Na recuperação da habitação, houve cuidado em manter as madeiras originais dos tectos, soalhos e algum mobiliário antigo, de que é exemplo um bonito relógio que enriquece uma das salas. Situados no primeiro piso, a que se acede por uma escada de madeira, os 4 quartos duplos e 2 twins são espaçosos, havendo num deles um tecto pintado com motivos referentes à mitologia. Lá fora, um pequeno e belo jardim, com direito a lago, fonte e piscina que deliciam os olhares mais atentos de quem lá passa.

 
Solar Abreu Madeira Solar Abreu Madeira – Categoria B
Depois de percorrida uma longa estrada de pinheiros e mimosas, chegamos a uma aldeia adormecida da Beira Alta, chamada Canas de Senhorim. Eis o majestoso solar, construído no século XVIII. Na entrada principal poderá ver duas magníficas carruagens. Ao centro, uma escadaria toda em pedra leva-o até às salas. A direita, um longo corredor dá acesso à capela e aos quartos, bonitos e confortáveis. Do lado esquerdo da entrada, uma simpática e espaçosa sala com mesa de jogo, bilhar e ténis de mesa proporciona noites animadas a quem não consegue ficar quieto. Dois lanços de escadas em granito, imponentes, dão acesso ao andar superior onde ficam as salas de estar e a casa de jantar. Nas manhãs de sol toma-se um delicioso pequeno-almoço no terraço em frente à piscina.

 
Vila Duparchy Vila Duparchy – Categoria B
A Vila Duparchy está situada no topo duma colina a 1 km das termas do Luso. Construída nos finais do século XIX é residência da família Duarte Figueiredo desde 1900. A Vila Duparchy é dotada de seis amplos quartos, três salas de estar e uma sala de jantar. No interior, sobressaem as formas arredondadas nas escadas e vãos das portas, o chão de princípio do século e as lareiras de mármore com remates talhados. O mobiliário dos quartos de dormir é da mesma época, com cabeceiras de madeira rematadas com pináculos altos e torneados e tecidos em tons claros.

 
Quinta da Comenda Quinta da Comenda – Categoria B
Datada do período anterior à fundação de Portugal, a Quinta da Comenda foi pertença de D. Teresa, mãe do primeiro rei de Portugal, D.Afonso Henriques. A Quinta da Comenda tem quartos duplos c/ banho privativo em cada quarto e um apartamento independente (preparado para receber deficientes motores), capela e jardins c/ sombras, piscinas (adulto com prancha e de crianças), sala de estar e de jogos com televisão e TV cabo, bilhar, ping-pong, eira, moínho d'água, ponte romana, caminhos de manutenção internos e externos à Quinta Biológica, animais de quinta, rebanho de ovelhas.

 
Quinta de São Caetano Quinta de São Caetano – Categoria B
Situada na cidade de Viseu, o hóspede poderá desfrutar de uma vista magnífica sobre a Serra da Estrela. Quem ali chega logo vislumbra uma dupla escadaria de pedra, ladeada por duas majestosas palmeiras, que torna possível a ligação ao primeiro andar. No interior, os quartos são simples, mobilados tradicionalmente, havendo no chão tapetes em tons claros. A sala de jantar, presidida por uma enorme mesa, tem um bonito soco de azulejos, e as paredes estão embelezadas com pratos, bandejas e outros objectos que cativam o observador. Lá fora, a completar o quadro de uma casa envolta em história e mistério, uma capela anexa, com inscrição datada de 1630. No jardim, descobrem-se ainda árvores centenárias, fontes, lagos e estufas.